27/04/2009

SOLO ESTREADO EM ATENAS AGORA EM BH!

SE EU ESTOU AQUI, EU POSSO ESTAR ALI?
uma viagem onírica ao desconhecido através de imagens, sons e poesia.


Jeane Doucas, eleita melhor atriz por seu trabalho em “Ó: a família do seu Nelsinho tem Insônia”, retorna agora aos palcos de Belo Horizonte com o solo “Se eu estou aqui, eu posso estar ali?”. Trabalho instigante que desafia o espectador a se aprofundar poeticamente na transitoriedade da existência.

A partir de um workshop na Alemanha, com o mestre de Butoh Tadashi Endo, Jeane criou as matrizes deste solo que resultaram em uma performance apresentada no Parc Güell, Barcelona. A finalização do trabalho ocorreu em Atenas, facilitada por uma bolsa que a atriz recebeu da Fundação Onassis.

Graças ao impacto que causou, Jeane teve de reapresentar o trabalho em nova temporada neste país.

Espetáculo provocativo, denso e ao mesmo tempo delicado, nele, a atriz encarna estados de alma ampliados no tempo e no espaço, de uma pessoa que se encontra às vésperas da própria morte.

O espectador é convidado a viajar por universos que somente podemos tocar com a imaginação.

DIA: 15, 16 E 17 DE MAIO | sex. e sáb. 21:00 | dom. 19:00
LOCAL: PALÁCIO DAS ARTES- TEATRO JOÃO CESCHIATTI
INGRESSO: R$ 15,00 (INTEIRA) | R$ 7,50



2 comentários:

Chico disse...

Jeane, obrigado por seguir meu modesto espaco de Ilusao da Semelhanca. Imagino que voce tenha se interessado pelo post do Artaud e pelas coisas que escrevo sobre teatro e cinema - minha verdadeira fascinacao, dai um pouco o nome do blog, que na verdade eh uma frase do Saramago. Bom, andei olhando teu blog e voce eh bem talentosa e dinamica, mesmo.

Um grande abraco e se voce me permitir vou adicionar aos meus favoritos. Chico

srtatorres disse...

Assisti ao espetaculo na sala Joao Ceschiatti no sabado e gostei muito do seu trabalho de açoes fisicas. Atraves da sutileza de movimentos voce carrega uma força e densidade enormes. Nao posso dizer que seja um trabalho "agradavel" de se ver pois é agonizante, mas é lindo e poetico.Voz e corpo estao em harmonia e o seu silencio se faz som para mim.